DENTES ROXOS? DESCUBRA COMO MANTER O SORRISO PERFEITO SEM ABDICAR DO VINHO TINTO.

O vinho tinto é uma das bebidas que mais combinam com uma reunião de amigos. Porém, algumas pessoas se sentem desconfortáveis com o sorriso tingido de roxo (também conhecido como ‘Efeito Drácula’), que ocorre devido ao pigmento da uva que penetra nos dentes. Especialistas recomendam alguns hábitos para evitar aquele sorriso roxo sem largar sua taça de vinho. Confira:

1. Enquanto estiver bebendo, intercale o consumo de vinho com água, preferencialmente água com gás. Ela ajuda na limpeza do dente.

2. Induza a produção de salivas, que pode ser feita através da mastigação. Isto provocará a remineralização e protegerá seus dentes.

3. A americana Kimberly Walker inventou uma receita para deixar os dentes branquinhos após o jantar regado a vinho. Assim foi criado o Wine Wipes, uma espécie de flanela dental que remove as manchas roxas do seu sorriso.

COMO RECEBER SEUS AMIGOS COMBINANDO VINHO E COMIDINHA?

Se você gosta de receber amigos em casa, mas lhe falta tempo para preparar comidas elaboradas, eis a solução: finger food. O primeiro passo é a criatividade. Você pode escolher o cardápio como quiser, de acordo com seu gosto ou com o clima da ocasião.

Utilize queijos especiais e patês, deliciosamente harmonizados com um bom pão. Outra alternativa é servir um bom carpaccio ou presunto tipo parma, por exemplo.Tudo para ser consumido facilmente e sem precisar de muita cerimônia. Por isso, deixe tudo disponível para seus convidados: alimentos cortadinhos, guardanapo e claro, taças sempre cheias.

Para harmonizar, o espumante é sempre uma ótima alternativa, pois são mais versáteis em relação ao tinto e ao branco para este tipo de ocasião.

O MELHOR VINHO: O VERDADEIRO MANUAL

Você já deve ter escutado muitas vezes a pergunta “qual é o melhor vinho?”. Dentre diversos manuais e guias acerca do mundo do vinho, muitos consumidores da bebida de Baco ainda não sabem qual é o melhor.

Os especialistas da área classificam um bom vinho avaliando diversos quesitos. Porém, uma coisa é certa: só você pode dizer qual é o melhor vinho para você.

1. Para descobrir, o primeiro desafio é experimentar. Quanto mais vinhos você beber de diferentes uvas, terroirs e métodos, mais você aprenderá.

2. Aguce sua memória olfativa. Vá em feiras e mercados e sinta o aroma de frutas, verduras e temperos. Assim você pratica para sentir as mesmas notas aromáticas nos vinhos que você toma.

3. Compare vinhos de diferentes safras e regiões para perceber como um pode ser antagônicos, mesmo quando feito do mesmo tipo de uva.

4. Regra de ouro: o conhecimento em vinho se adquire com a famosa ‘litragem’. Isto é, você só conhece sobre o vinho, bebendo!